Feicon Batimat de 12 – 16 de março no Anhembi.

header-pt

Feicon Batimat é o maior e mais conceituado salão da construção da América Latina. Com 21 anos de existência, surpreendendo a cada ano seus milhares de visitantes, apresentando em primeira mão os principais lançamentos e tendências para todo o setor da construção civil. 

É o evento mais completo da área, pois só ele reúne todos os grandes líderes do segmento em uma exclusiva exposição de produtos
e serviços para todos os setores do ramo. Além disso, a feira conta com a conferência Núcleo de Conteúdo Feicon Batimat; que possui ótimas palestras e debates, trazendo fortes tendências do mercado e renomados profissionais nacionais e internacionais.

Participe da Feicon Batimat! Venha realizar bons negócios com os principais profissionais do setor.


Perspectivas para o evento:

  • Exposição de 1.030 marcas nacionais e internacionais
  • Presença de 130 mil visitantes/compradores  altamente qualificados
  • Área de exposição de 85 mil m²

Perfil da Feicon Batimat:

Edição: 19ª edição
Data: 12 a 16 de Março de 2013
Horário: 3ª a 6ª das 10h às 19h | Sábado das 9h às 17h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi

VISITAÇÃO: Proibida a entrada de menores de 16 anos, mesmo que acompanhados. Evento exclusivo e gratuito para profissionais do setor que fizerem o seu pré-credenciamento por meio do site até 08/03/2013, ou apresentarem o convite do evento no local. Caso contrário, será cobrada a entrada no valor de R$ 55,00 no balcão de atendimento.

*Formas de pagamento: dinheiro ou cartão de débito.

ATENÇÃO! Ao participar da Feicon Batimat, VISITANTES e EXPOSITORES estão cientes e concordam que fotografias e filmagens feitas durante o evento poderão ser utilizadas pelos organizadores para promoção do setor e do evento.

Mais informações: http://www.feicon.com.br/

Anúncios

Exposição de fotos mostra a arquitetura de São Paulo

A arquitetura da cidade de São Paulo possui características únicas, por esse motivo que a exposição, que traz fotos tiradas pela cidade para o livro “Um Olhar Eterno”, traz trabalhos de quatro fotógrafos que retrataram a cidade do ponto de vista de suas lentes, são eles: Cássio Vasconcelos, Daniel Klajmic, Kadu Niemeyer e Renato Elkis.

Serviço
Data: de domingo a sábado (por tempo inderteminado)
Local: Estande Marquise Ibirapuera
Endereço: Rua Hermano Ribeiro da Silva, s/n
Horário: das 9h às 19h
Site: www.marquiseibirapuera.com.br

 

Arquiteto japonês Sou Fujimoto assina projeto do Pavilhão da Galeria Serpentine, em Londres

Aos 41 anos, Fujimoto é o arquiteto mais jovem a desenvolver a proposta do Pavilhão, que já foi projetado por Oscar Niemeyer, Frank Gehry e Zaha Hadid

 

Foi anunciado na última quinta-feira (14) o nome do arquiteto responsável pelo design do 13º Pavilhão da Galeria Serpentine, localizada no Hyde Park de Londres, Reino Unido. A estrutura temporária será desenvolvida pelo japonês Sou Fujimoto, que aos 41 anos de idade é o arquiteto mais jovem a aceitar o convite da Galeria. O Pavilhão já foi projetado por Herzog & de Meuron e Ai Wei Wei (2012), Frank Gehry (2008), Oscar Niemeyer (2003) e Zaha Hadid, que desenhou a primeira estrutura, em 2000. O espaço receberá atividades públicas entre junho e outubro desse ano.

1

Com o total de 350 m², o projeto de Fujimoto apresenta uma estrutura de aparência delicada e leve, composta de treliças de aço de 20 mm, com duas entradas e um café no interior. De acordo com o arquiteto, a ideia da proposta é criar um espaço semitransparente e irregular, em que os visitantes estejam, ao mesmo tempo, protegidos e integrando a paisagem.  “De alguns pontos de vista, o Pavilhão parecerá se misturar com a estrutura clássica da Galeria Serpentine, com os visitantes suspensos no ambiente”, diz.

Inspirados em formas orgânicas, os projetos de Fujimoto habitam um espaço entre o natural e o artificial. No Japão, o trabalho do arquiteto varia de projetos residenciais, como a Final Wooden House e a House N, a institucionais, como o Museu de Arte e Biblioteca Musashino. Formado pela Universidade de Tokyo em 1994, Fujimoto leciona na Universidade de Kyoto desde 2007. No ano passado, ele fez parte da equipe que venceu o Leão de Ouro na 13ª Bienal de Veneza com o projeto “Architecture, possible here? Home-for-All”, no pavilhão japonês.

Fujimoto é o terceiro arquiteto japonês a projetar o Pavilhão da Galeria Serpentine. Em 2002, Toyo Ito desenvolveu a proposta, e em 2009, Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa, do SANAA, foram os responsáveis pelo projeto.

 

2 3 4

_________________

Fonte: Revista AU.

Metrô de São Paulo revitaliza 20 estações

Intervenções fazem parte da preparação para a Copa de 2014

A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) está revitalizando 20 estações das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha como parte das preparações para a Copa do Mundo Fifa 2014.

A cargo da Concrejato, que venceu licitação no valor de aproximadamente R$ 41,5 mil, as intervenções incluem serviços de limpeza e reparo de estruturas, substituição de placas pré-moldadas e torres de ventilação, revitalização de sistemas associados referentes à comunicação visual, além de recursos complementares de apoio a tapumes, fundações, vias, logradores públicos e passeios.

Os trabalhos começaram em janeiro e devem ser finalizados entre 18 e 24 meses. As estações contempladas pelos serviços são: Jabaquara, Santa Cruz, Ana Rosa, Paraíso, São Bento, Luz e Portuguesa Tietê (Linha 1); Brigadeiro, Trianon Masp, Consolação e Sumaré (Linha 2) e Corinthians Itaquera, Artur Alvim, Tatuapé, Brás, Praça da Sé, Anhangabaú, República, Marechal Deodoro e Palmeiras Barra Funda (Linha 3).

Ampliação

Recentemente, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin anunciou que abrirá concorrência internacional para as obras de implantação, operação e manutenção da Linha 6 do Metrô, que será compreendida entre as estações Vila Brasilândia, na zona Norte da capital paulista, e São Joaquim, na Linha 1-Azul.

A nova linha ainda deve se integrar com as linhas 7 e 8 da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), na futura estação Água Branca, e na Linha 4, na futura estação Higienópolis-Mackenzie.

As obras estão estimadas em R$ 7,8 bilhões, sendo 50% possivelmente desembolsado pelo Tesouro do Estado na fase de implantação. O trecho vai atender aos bairros de Brasilândia, Freguesia do Ó, Pompeia, Perdizes, Sumaré e Boa Vista, com uma demanda de aproximadamente 633,6 mil passageiros diários.

China está a construir cidade (quase) livre de carros

greatcitychina.jpgImagem do projeto da “Great City”, desenvolvida por um estúdio de arquitetura norte-americano e que deverá estar concluída dentro de oito anos © Adrian Smith + Gordon Gill Architecture

Esta a nascer, na China, uma nova cidade-satélite ecológica e sustentável que pretende tornar-se um modelo para todo o país. Quase 100% livre de automóveis, o centro urbano em construção destina-se a provar que é possível combinar uma elevada densidade populacional com o respeito pelo ambiente sem que haja aumento do consumo energético e das emissões poluentes.
 
O projeto da “Great City”, como foi batizada esta cidade, está a ser desenvolvido pelo estúdio de arquitetura norte-americano Adrian Smith + Gordon Gill Architecture, contratado por uma empresa privada chinesa. Dentro de oito anos, a construção deverá estar completa e a urbe “verde”, com apenas 1,3 quilômetros quadrados, vai servir de residência a cerca de 30.000 famílias.
 
Em comunicado, os arquitetos explicam que a distância de qualquer ponto da cidade (construída na vertical e que aposta nos arranha-céus como solução habitacional) a outro ponto será de cerca de 15 minutos a pé. Já um passeio até ao centro a partir de qualquer área da “Great City” não demorará mais de 10 minutos, o que vai incentivar a preferência pelas caminhadas em detrimento das viagens de carro.
 
O abandono quase total dos automóveis, que deverão ser apenas a escolha de quem pretender fazer longas viagens depois de sair da cidade, servida com estradas somente para esse efeito, vai ser o fator que mais vai contribuir para que aquele centro urbano atinja uma série de “recordes” sustentáveis, estimam os criadores.

Agricultura vai ocupar mais da metade dos terrenos
 

De acordo com as previsões, a “Great City” deverá usar 48% menos energia e 58% menos água que uma cidade convencional com o mesmo número de habitantes, produzindo também 89% menos resíduos e gerando menos 60% de emissões de dióxido de carbono.
2hedmptPlanta da cidade foi dada a conhecer pelos arquitetos
A cidade vai englobar estabelecimentos comerciais, prédios residenciais e de escritórios, pequenas fábricas de manufatura e um “campus” médico que irá prestar cuidados de saúde aos residentes. Mais de metade dos terrenos será destinada à agricultura e a topografia natural do local, como os vales e cursos de água, serão integrados na própria cidade.
 
Além de contar com edifícios com eficiência energética aumentada, a “Great City” vai ainda servir-se da energia armazenada durante as estações mais quentes do ano para assegurar o aquecimento no inverno e uma planta energética com tecnologia de ponta vai garantir o fornecimento de eletricidade e água quente aos habitantes. 
 
“Desenhamos este projeto como uma cidade vertical densa que reconhece e aceita a paisagem envolvente, uma cidade cujos residentes vivem em harmonia com a Natureza em vez de em desacordo com ela”, explica Gordon Gill, um dos arquitetos responsáveis pelo projeto. “A ‘Great City’ vai demonstrar que a concentração populacional não tem de alienar as pessoas do ambiente”, acrescenta.
 
No entender de Adrian Smith, outro dos profissionais envolvidos, esta cidade vai demonstrar “como a China pode reduzir a sua pegada ecológica criando, ao mesmo tempo, melhores condições econõmicas para os seus cidadãos e tendo em consideração os problemas sociais contemporâneos”.
______________________
Fonte: boasnoticias.clix.net

A ABNT publica as Normas de Desempenho

 

A Associação Brasileira de Normas técnicas publicou na terça-feira dia 19 de fevereiro, como já estava previsto, as Normas de Desempenho  do Setor de Edificações Habitacionais (ABNT 15.575). De acordo também com o já estabelecido, elas entrarão em vigor 150 dias depois, ou seja, estarão valendo a partir de 19/7/203. São seis documentos ao todo.

Análise dessas normas será o tema de um Seminário que a Associaçção Brasileira dos Escritório de Arquitetura (AsBEA) durante a Feicon Batimat, dia 12, no Parque Anhembi em São Paulo (clique aqui).

Veja mais detalhes das Normas:
CE-02:136.01 DESEMPENHO DE EDIFICAÇÕES
 

 ABNT NBR 15575-1

 Data de Publicação: 19/02/2013

 Válida a partir de: 19/07/2013

 Título: Edificações habitacionais – Desempenho

Parte 1: Requisitos gerais

 Nota de Título: Esta Norma é prevista para entrar em vigor 150 dias após a sua publicação. 

Comitê: ABNT/CB-02 Construção Civil

 Nº de Páginas: 71

Preço (R$): 164,70
 
Objetivo: Esta parte da ABNT NBR 15575 estabelece os requisitos e critérios de desempenho aplicáveis às edificações habitacionais, como um todo integrado, bem como a serem avaliados de forma isolada para um ou mais sistemas específicos.
 
ABNT NBR 15575-2:2013
 
Data de Publicação: 19/02/2013
 
Válida a partir de: 19/07/2013
 
Título: Edificações habitacionais – Desempenho
 
Parte 2: Requisitos para os sistemas estruturais
 
Comitê: ABNT/CB-02 Construção Civil
 
Nº de Páginas: 31

 Preço (R$): 101,90

Objetivo: Esta parte da ABNT NBR 15575 estabelece os requisitos e critérios de desempenho que se aplicam somente ao sistema estrutural da edificação habitacional
 

ABNT NBR 15575-3:2013
 

Data de Publicação : 19/02/2013

Válida a partir de: 19/07/2013 

Título: Edificações habitacionais – Desempenho

Parte 3: Requisitos para os sistemas de pisos
 
Comitê: ABNT/CB-02 Construção Civil 

Nº de Páginas: 42

 Preço (R$): 124,80

Objetivo: Esta parte da ABNT NBR 15575 estabelece os requisitos e critérios de desempenho que aplicam-se ao sistema de pisos da edificação habitacional. 

ABNT NBR 15575-3:2013
 
Data de Publicação: 19/02/2013
 
Válida a partir de: 19/07/2013
 
Título: Edificações habitacionais – Desempenho

Parte 3: Requisitos para os sistemas de pisos
 
Comitê: ABNT/CB-02 Construção Civil
 
Nº de Páginas: 42

 Preço (R$): 124,80

Objetivo: Esta parte da ABNT NBR 15575 estabelece os requisitos e critérios de desempenho que aplicam-se ao sistema de pisos da edificação habitacional.
 
ABNT NBR 15575-4:2013
 
Data de Publicação: 19/02/2013
 
Válida a partir de: 19/07/2013
 
Título: Edificações habitacionais – Desempenho

Parte 4: Requisitos para os sistemas de vedações verticais internas e externas – SVVIE
 
Comitê: ABNT/CB-02 Construção Civil
 
Nº de Páginas: 63

 Preço (R$): 152,80

Objetivo: Esta parte da ABNT NBR 15575 estabelece os requisitos, os critérios e os métodos para a avaliação do desempenho de sistemas de vedações verticais internas e externas (SVVIE) de edificações habitacionais ou de seus elementos.
 
ABNT NBR 15575-5:2013
 
Data de Publicação: 19/02/2013
 
Válida a partir de: 19/07/2013
 
Título: Edificações habitacionais – Desempenho
 
Parte 5: Requisitos para os sistemas de coberturas
 
Comitê: ABNT/CB-02 Construção Civil
 
Nº de Páginas: 73

 Preço (R$): 164,70

Objetivo: Esta parte da ABNT NBR 15575 estabelece os requisitos e critérios de desempenho requeridos para os sistemas de coberturas para edificações habitacionais.
 
ABNT NBR 15575-6:2013
 

Data de Publicação: 19/02/2013

Válida a partir de: 19/07/2013
 
Título: Edificações habitacionais – Desempenho

Parte 6: Requisitos para os sistemas hidrossanitários 

Comitê: ABNT/CB-02 Construção Civil 

Nº de Páginas: 32 

Preço (R$): 101,90 

Objetivo: Esta parte da ABNT NBR 15575 estabelece os requisitos e critérios de desempenho que aplicam-se ao sistema hidrossanitário da edificação habitacional. 

 

Aquisição:

 

http://www.abntcatalogo.com.br/
 
 

Vendas: São Paulo (11) 3017-3610 / 3017-3644 / 3017-3652

Rio de Janeiro (21) 3974-2344

E-mail: atendimento.sp@abnt.org.br 

______________________________

Fonte: Asbea.org.br

 

Solução para dificuldades no preenchimento de RRT no novo layout do SICCAU

siccau_thumb

Todos os navegadores (“browsers”), por padrão, armazenam em “cache” uma regra para facilitar seu desempenho.

 

Assim, os computadores dos usuários estavam condicionados ao uso do layout anterior do SICCAU nessa memória “cache” e, no momento em que este layout foi substituído, automaticamente usaram a memória “cache” para acessar o caminho anterior.

 

Desta forma, é necessário que essa memória “cache” seja esvaziada, uma única vez, através do seguinte procedimento:

  • Mozilla Firefox
    Pressione CTRL + Shift + Del
    Aparecerá uma caixa de diálogo onde se lê “Limpar todos os dados pessoais”
    Em “Limpar este período”, selecionar “Tudo”
    Em “Detalhes”, marque as opções “Cookies” e “Cache”
    Pressione o botão “Limpar agora”
  • Google Chrome
    Pressione CTRL + Shift + Del
    Abrirá uma nova aba onde se lê “Limpar dados de navegação”
    Em “Eliminar os seguintes itens desde”, selecionar “desde o começo”
    Marque as opções “Esvaziar o cache” e “Excluir cookies e outros dados do site e do plug-in”
    Pressione o botão “Limpar dados de navegação”
  • Internet Explorer
    Pressione CTRL + Shift + Del
    Deixe marcadas somente as opções “Arquivos de Internet Temporários” e “Cookies”
    Pressione o botão “Excluir”

 ____________________________________________

Fonte: Equipe CAU/SP