Zaha Hadid e sua arquitetura orgânica.

Primeira mulher a receber o Prêmio Pritzker. 

 

“Desde 1993, a arquiteta ZAHA HADID vem fincando seu traço futurista de morfologia orgânica, complexa e fluida em vários pontos do planeta.”

Seu primeiro projeto, em 1993 foi marcante na carreira da arquiteta, a Casa dos Bombeiros, situada na Suíça removeu o estigma de projetos impossíveis de realizar que até então rondava o nome da profissional nascida em Bagdá, capital do Iraque.

A sensualidade futurista é a marca de Dame Zaha Hadid. Está imantada nas mais de 40 obras extraordinárias de arquitetura que levam sua assinatura ao redor do globo.

Aos 69 anos Zaha impressiona com a quantidade de projetos significativos de arquitetura e urbanismo que serão inaugurados só este ano pelo Zaha Hadid Architects, seu escritório assediado em Londres, com uma equipe que tem aproximadamente 200 funcionários, montado em uma sociedade com o Alemão Patrik Schumacher, designer sênior e seu sócio desde o inicio em 1988.

Em uma entrevista exclusiva com a Revista Florence (edição nº41) Zara fala das pessoas que foram cruciais em sua formação e a Influência que o arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer teve em sua obra.

E ao falar do Brasil, a arquiteta diz que ainda não pode revelar detalhes de seu projeto no Rio de Janeiro, mas diz que está muito feliz, que o ritmo e a energia espetaculares, próprios de Copacabana estará imantado no projeto. E afirma que gostaria muito de retornar ao país.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s